JUNTO À CRUZ DE CRISTO

PDFImprimirE-mail

AddThis Social Bookmark Button

JUNTO À CRUZ DE CRISTO
Ministério Loucura da Pregação


 

"E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena." (João 19:25).
 
Quão maravilhosas são estas palavras! 
 
Talvez você também tenha lido por diversas vezes este verso e não atentou na sua importância. Aparentemente não há nada misterioso ou diferente neste texto, mas como a própria Palavra diz: "O reino de Deus não vem com aparência exterior." (Lucas 17:20).
 
No texto em destaque lemos que havia junto à cruz três mulheres. A mãe de Jesus, a tia de Jesus e Maria Madalena. Acho maravilhoso isto, pois elas se encontraram no mesmo lugar, junto à cruz.
 
Existem aqui dois extremos:
 
Primeiro: Maria, a mãe de Jesus. Chamada pelo anjo de agraciada (Lucas 1:28), e chamada por Isabel, sua prima, de bendita entre as mulheres (Lucas 1:42). Não é escândalo algum mencionarmos estas palavras. Verdadeiramente Maria era bendita. Foi escolhida entre as mulheres para ser a mãe terrena de Jesus. É maravilhoso as palavras do mesmo anjo ao dizer a ela: "Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus." (Lucas 1:30). Não foi por merecimento, mas pela graça de Deus ela foi escolhida. Assim como Noé que achou graça aos olhos do Senhor e foi salvo (Gênesis 6:8). Por falar em salvação, quem precisa de um salvador? Jesus faz esta analogia ao dizer: "Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento." (Marcos 2:17). Os pecadores necessitam de um salvador. Para aqueles que não se arrependiam por se acharem santos segundo a lei, Jesus dizia que não precisavam de médicos, e ainda acrescentava: "Médico, cura-te a ti mesmo." (Lucas 4:23). É possível o homem salvar a si mesmo? De forma alguma, pois "que daria o homem pelo resgate da sua alma?" (Marcos 8:37). Os que reconhecem que são pecadores reconhecem também que necessitam de um salvador. Sendo assim, Maria, a própria mãe de Jesus, declara: "A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador." (Lucas 1:46-47). Maria o chama de seu Salvador pois também reconheceu que era uma pecadora dependente da graça de Deus. Ela não é digna de ser adorada, mas aquEle a quem a sua alma engrandecia, Este sim é digno de ser adorado e exaltado. Jesus Cristo é o Senhor e Salvador.
 
Segundo: Maria Madalena. Fazia parte do grupo das mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades. De Maria, chamada Madalena, saíram sete demônios (Lucas 8:2). Esta era considerada pecadora e imunda, todavia, era seguidora de Cristo. A graça de Deus mais uma vez se manifesta, e desta vez na vida e na história desta mulher: "E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios." (Marcos 16:9). Quanta graça! Jesus poderia ter aparecido primeiramente a João, o discípulo a quem Ele amava e que também estava junto à cruz com aquelas mulheres (João 19:26), mas o Senhor apareceu primeiramente a Maria Madalena, pois não é por merecimento, mas pela maravilhosa graça. A história poderia parecer ruim ou triste. Novamente é citado que saíram sete demônios de sua vida, mas não era para sua vergonha, mas para que sirva de testemunho do poder de Cristo sobre os espíritos malignos e para provar que o Senhor pode transformar qualquer vida. Ele tem poder! Jesus Cristo é o Senhor e Salvador.
 
Perceberam os dois extremos? Uma é chamada de santa, a outra de impura, mas diante de Cristo, todas estavam na mesma condição: pecadoras que necessitavam da salvação do Senhor. Sim! Junto à cruz de Jesus não existe diferença! Todos necessitam de Jesus Cristo.
 
De fato, usamos esta expressão "dois extremos" para entendermos melhor esta mensagem. Não importa se você é "santo demais" ou "pecador demais". Você precisa estar junto à cruz de Cristo. Somos culpados pela Sua morte. Não somos dignos de Sua vida. Todavia, pela Sua graça, Ele se fez pecado (2ª Coríntios 5:21) para que pudéssemos ser santos como Ele é Santo (1 Pedro 1:15-16). Maria, sua mãe, tida como a "maior" de todas as mulheres, estava junto à cruz. Maria Madalena, tida como a "menor" de todas as mulheres, estava junto à cruz. Diante da cruz não há distinção de grandeza. Todos estão na mesma condição e tamanho. Por que há "Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós." (Efésios 4:6). Se posso deixar aqui minha opinião, talvez seja por isto que aquelas mulheres tinham o mesmo nome. As três se chamavam Maria para que de alguma forma o Espírito Santo nos mostrasse como somos iguais diante da cruz de Cristo, onde somos humilhados e ofendidos por esta cruz para que Cristo e somente Ele seja exatlado. Não importa o nome que você carregue, o nome de Jesus Cristo é infinitamente maior. "Por isso, também Deus O exaltou soberanamente, e Lhe deu um nome que é sobre todo o nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai." (Filipenses 2:9-11). "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos." (Atos 4:12).
 
Para concluirmos, quero deixar, para glória de Deus, uma mensagem de esperança. A outra Maria, a mulher de Clopas, que também estava ali na cruz era tia de Jesus, irmã de Maria sua mãe. Deus tem salvação para nossos familiares e parentes. Eu creio nisso! A tia de Jesus estava ali junto à cruz. Ore pelos seus tios, primos, genros, noras, sogro, sogra, netos, avós, enfim, acredite nestas palavras: "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa." (Atos 16:31). Que o Senhor não lhe impute sobre você o pecado da negligência. Se proventura algum dos nossos perecerem, que não seja por falta de oração. "Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo." (Filipenses 1:19)

Junto à cruz não existem extremos, a não ser Cristo que é acima de tudo e todos. Viva o Evangelho e esteja sempre aos pés do Mestre. Nós encontraremos junto à cruz de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador.

 

Se ser cristão é loucura, eu sou um #LoucoSemCura!
 
DEUS TE ABENÇOE!
 

Pr.LucianoXisto – Ministério Loucura da Pregação

Online

Nós temos 53 visitantes online

Twitter

 

Facebook

Templates Joomla 1.5